Uncategorized

Plágio descarado de mim mesmo.

Decidi plagiar a minha própria pessoa e meter aqui um curto texto que fiz no outro dia, sem saber bem porquê nem tendo intenções de ser algo bem escrito… nem nada que se pareça. Simplesmente achei que se enquadrava com o meu estado de espírito de agora. Porque escrevo?Porque me irritam várias coisas, entre as quais: 1 – Ter falta de treino na escrita. Se há coisa que me começa a irritar são as paragens…

Continue reading

Uncategorized

O tacho = maior invenção Portuguesa de sempre.

O eurodeputado britânico Nigel Farage requereu hoje a apresentação de uma moção de censura contra Durão Barroso, pelo facto de o presidente da Comissão Europeia se recusar a explicar ao Parlamento Europeu em que circunstâncias decorreram as suas férias de 2004, passadas no iate de um magnata grego. Serve a presente notícia para um só propósito, o de engrandecer Portugal. É com honra e orgulho que vejo que o nosso grande ex-primeiro ministro está a…

Continue reading

Uncategorized

Afinal Estaline tinha razão.

“Há loucuras matemáticas e loucos que pensam que dois e dois são três? Noutros termos, – a alucinação pode, se estas palavras não uivam [serem acasaladas juntas], invadir as coisas de puro raciocínio? Se, quando um homem adquire o hábito da preguiça, do devaneio, da mandriice, ao ponto de deixar incessantemente para o dia seguinte as coisas importantes, um outro homem o acorda uma manhã com grandes chicotadas e o chicoteia sem piedade até que,…

Continue reading