Mirandela tem, sem dúvida alguma, a maior festa de bombos do país. Este ano espero dar uma alegria ao meu colega de curso, o Bruno, e vá com mais gente de Freamunde lá.
Mas por aqui também já se fazem algumas coisas engraçadas. A sexta-feira de festas é preenchida por grupos (des)organizados que passam horas a tocar bombo pelas ruas fora (este ano foram certamente umas centenas de Zés Pereiras), parando apenas aqui e ali por outros grupos que se acercam dos Zés Pereiras improvisados e que os obrigam a tocar cada vez mais depressa e mais alto (muitas vezes até o bombo rebentar).

Para quem quer ter um cheirinho do que é uma festa destas, aqui têm um vídeo feito por mim (qualidade de imagem ranhosa, mas é o que a máquina fotgráfica deixava. O som é que é imperdível!)…

Vale a pena ver.

Ah, já agora… não vi um único segundo do concerto dos Da Weasel… Até porque me roubaram o lugar no restaurante ao jantar… por causa deles o meu grupo ficou separado em duas mesas. Manias de vedetismos ;)

There are currently no comments.