Muito por custa do trabalho de estágio (aaaaAAAAHHHHHHrrrggGGGhh…. PÂNICO!!! … desculpem lá o desabafo), tenho passado cada vez mais tempo em casa com o Ubuntu 5.10. Já não o faço só por trabalho ou por curiosidade de experimentar o mundo do GNU/Linux. Faço-o por ambos simultaneamente. Faço-o porque me espanta a facilidade de utilização de um Sistema Operativo tão seguro, rápido, repleto de software que está a apenas dois cliques de distância (Synaptic Package Manager), possuídor de uma comunidade de adeptos e supporters fantástica, e sobretudo: um software livre e Open Source Software (o texto base que definiu os termos “Open Source Software” tem como objectivo descrever as propriedades técnicas do Software Livre). Sou cada vez mais adepto desta filosofia de software livre, e das suas vantagens (inúmeras).

Aliás, recomendo vivamente que todos (mas todos mesmo) passem uma vista de olhos no site da Associação Nacional para o Software Livre ( ANSOL ).
E para aqueles que acusam o GNU/Linux e as suas distribuições de ser “feínhas”, “que não dão jeito”, “complicadas”, a esses… a esses mostro o porquê de admitir ser um vaidoso n00b destas coisas:

Image hosted by PicsPlace.to
(Clicar na imagem para ampliar)

Digam-me agora também que um desktop de XP tem melhor aspecto…
Já nem por aí podem pegar :)
There are currently no comments.