O melhor mandamento até hoje inventado:
“Não pirilamparás a mulher do próximo.”
E quem não se lembra dos melhores momentos do “Tal Canal” e/ou do “Herman Enciclopédia” ?
Lembrei-me desta cena ontem, hoje alguém (obrigado Xabregas) arranjou-me um vídeo deste sketch… Lembro-me de ir às lagrimas de riso com isto quando vi pela primeira vez há uns anos…
Ah, as saudades daquelas terças-feiras à noite, por volta das 22h… Uma hora e picos de riso garantido. Já não consigo encontrar nenhum programa que tenha o mesmo tipo de humor, e muito menos algum tipo de programa que tenha o mesmo nível de inovação…

Incrível como se perdeu um humorista como o Herman… a diferença tem o nome “Produções Fictícias”…

E já agora, para que possam matar as saudades e ainda dar umas gargalhadas:

Link: Não pirilamparás a mulher do próximo!
(15 MB, tráfego internacional… bem gasto)

Comments ( 9 )

  1. Replya.castro
    Esquecime de assinar...
    Mas também faz-me confusão o facto das janelas para "Name" e "Website" aparecerem preenchidas com uns "hieroglýphos" quando, em boa fé, julgaria que se apresentassem vazias!
  2. ReplyJC Barros
    Eu lembro-me bem desse sketch. É impossível não acompanhar o Herman quando aquilo descamba.
    Tenho os episódios do Herman Enciclopédia e do Tal Canal gravados algures em VHS. Assim como antes gravei o Hermanias e os especiais de passagem de ano. Lembro-me perfeitamente de um sketch que ele fazia com o Miguel Guilherme seguido de um da Maria Vieira que me faziam rebolar a rir. Bons tempos.
    Concordo com o comentário do A.Castro quando ele diz que o Herman já estava em declínio antes das PF e isto apesar de muita gente continuar a aclamar o Herman como um génio em grande forma (gente que por coincidência é, na sua maioria, das PF). Só discordo com a referência à "Horta na praia". Aquilo tinha de acabar de qualquer maneira. O sal queimava os tomates todos e as marés levavam as couves :P

    Mas a verdade é que ainda há uns dias pensei na acção das PF no humor nacional. Cheguei à conclusão que hoje quem faz humor em Portugal está ligado às PF e perguntei-me se será porque as PF são a casa ideal para os humoristas ou se é porque quem não está nas PF não aparece?
  3. ReplyPaulo
    A.Castro, não sei que raio se passou, mas de repente deixei de ver o teu primeiro comentário... será que isto "se passou" por causa de não ter assinado?
    É que é uma pena perder-se um comentário daqueles :|
    O estranho é que o JC Barros que meteu o comentário dele há coisa de 20 minutos ainda o leu...

    Quanto aos caracteres que aparecem a preencher os campos, tenho mesmo de descobrir que raio se passa, porque a mim também me aparecem e são irritantes :|
  4. Replya.castro
    Paulo,
    Só posso dizer que o meu 1º comentário não foi assinado mas foi publicado! (encimado pelos hieróglifos).
    Mei hora após a publicação voltei ao teu site e revi o 1º (que terminava dizendo que o comentário mais parecia um post - pelo tamanho) e o 2º que acima se vê.
    Ainda bem que "tenho uma testemunha", o JC Barros!...
    É a ti que cumpre "investigar". Tem paciência...
    Mas não te preocupes, tu acabas por descobrir essa coisa irritante.
    Aproveito para insistir neste aspecto: estou a olhar para as duas caixas a seguir a "Leave a Reply", para nome e URL, que estão preenchidas por defeito - o que não devia acontecer. No meu entendimento, claro. Provoca confusões e, quem não estiver muito atento, pode acabar por não apagar o que lá está dentro, quase do tamanho do TGV!...

    Mais um pormenor: a janela do "Preview" é insuficiente para um comentário grande, como foi o mei 1º. Só se visualiza parcialmente. Por exemplo, este mesmo comentário só é visível até ".... do tamanho do TGV!...". O que está a seguir já não se vê. A janela tem, no ângulo inferior direito, um tracejado do tipo apontar o rato e fazer expandir. Mas nem isso é possível.
  5. ReplyJC Barros
    A. Castro:

    Se for preciso testemunhar para memória futura, dispõe.

    Já agora, Paulo, as minhas caixas depois de "Leave a Reply" costumam estar em branco, ao contrário do A.Castro.
    Realmente fazer remodelações e depois da casa aberta ter os clientes a queixarem-se....
    Por falar nisso, o Livro de Reclamações, se faz favor.
    :P
  6. ReplyPaulo
    A.Castro, eu ainda cheguei a ler o primeiro comentário, acerca da fase de declínio do Herman... por isso é que disse que era uma pena perder-se um comentário daqueles... Estranho é o facto de ter desaparecido :|

    Quanto ao resto dos bugs, vou ver que é que se arranja para consertar :P
  7. Replya.castro
    Agradeço ao JC Barros e, já agora, Paulo, não ignores a chamada de atenção sobre o 'Livro de Reclamações'!
  8. ReplyPaulo
    :D

    Não sei não...
    Quem quiser reclamar, que use aquela caixinha (CBox ali ao lado)...





    E se bem conheço o JCBarros, ainda me vou arrepender desta ideia :|
  9. Replya.castro
    a.castro said...
    Voltei atrás para copiar um comentário que há dois dias inseri num post doutro blog que também se debruçava sobre o ex-humorista. Não é tão extenso e completo como o original desaparecido, conforme histórico nos comentários do link no anterior comentário:
    Herman José, agora "feio, porco e mau" - gostei. Sobre esse tipo apetece-me dizer isto: No tempo do 1º governo Cavaco, a TV foi entrevistá-lo a casa. Em determinado momento, a câmara de filmar, "fingindo-se distraída", deixou-se ficar "por acaso" virada para uma cómoda com espelho (era no quarto) sobre a qual e ao meio estava a foto do Cavaco...
    Nos primeiros anos gostava de ver o Herman. Recordo a Agricultura na praia, a Táctica sobre futebol (que boa pomada...), Não havia nexexidade... O tempo foi passando, Herman tornou-se num novo rico, em plenos programas exibia os seus charutos dum país que ele às vezes criticava (Cuba, claro), bebia champagne do melhor e dizia que não queria outro (francês, claro), que o iate dele (que estaciona na marina de Vila Moura) era fraquinho, tinha que arranjar melhor, que os automóveis, etc,etc.... Que não sabia quanto ganhava, só sabia que assinava como 2º outorgante... Em resumo, em plenos programas, semana após semana, ele não deixava de transpirar sinais de riqueza subida à cabeça, o que até eticamente não soava bem. A partir duma certa altura (já há uns anos), deixei de ver (só acontece por momentos quando estou a pesquisar canais).
    Se este comentário entrar aqui, não sei se tens possibilidades de o copiar para o post apropriado...
    2/11/2006 12:21:25 AM