Uncategorized

Saudades

Não há muita coisa que me faça ter saudades de passar a semana no Porto.
Ir e vir todos os dias de Freamunde para o Porto trouxe bastantes vantagens, mas há coisas de que sinto realmente falta (poucas, mas há).

Esta é uma delas (talvez a principal) :

Os jantares na Casa Melo… não os jantares de 20 ou 25 pessoas do curso… os jantares de 7 ou 8.
As guitarradas, as cantorias, os jarros, as brincadeiras, as conversas, as gargalhadas, o tiro à estátua para assentar o jantar.

3 thoughts on “Saudades”

  1. Pois JCB… não é cliché: o nosso clã receita é algo inimitável.
    Os pregos do Waffles.
    A ópera do Jorge.
    As secas do Pedro.
    As lições de grego moderno do Fábio.
    A coca-cola do William.
    As quedas do Tinoni (“já fiz merda…”).
    A minha pontaria ao vidro da faculdade no tiro à estátua.
    As piadas apaneleiradas do Filipe (lol).
    As tuas tiradas vindas do nada.
    A Hotel California do Canelloni.
    Os aterranços do Gil.
    Os delírios do mAIOR…

    As histórias intermináveis à porta do Piolho…

    Porra, quando dizem que a universidade são os melhores anos da nossa vida, não estão mesmo a brincar. :'(

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.