5 thoughts on “É só de mim…”

  1. Livra! Da próxima vez não levas nada. Tem uma pessoa o cuidado de se lembrar, envia um miminho com desejos de melhoras e ainda é mal tratado? E eu que fiz aquilo com tanto carinho e amizade :(

    Além do mais nem sequer era um postal de São Valentim…ok, se calhar era, mas o que eu desejei foi um feliz dia 14 de Fevereiro de 2006. Hoje desejo um feliz dia 15 e por ai fora.

  2. Ah, quando digo:
    “não tenho problemas em admitir que até gostava de o ter novamente partilhado com alguém”, falo genericamente e não de alguém em particular.
    Uma das coisas que me fez não ficar nostálgico no dia de hoje foram as más (péssimas) experiências recentes e o facto de nunca ter gostado de passar tanto tempo só.
    Se estivesse apaixonado de momento, o dia certamente seria muito diferente (para o bem ou para o mal).

  3. Este dia pode, e deve, ser celebrado. Não necessariamente da forma que nos querem “obrigar” a celebrar, inundando-nos com anuncios a isto e aquilo para oferecer ao outro.
    Este é o primeiro ano desde há alguns que o passo sozinho. Foi diferente do costume. De qualquer forma, devido aos compromissos que tinha hoje na faculdade, não o poderia ter partilhado com ninguém, mas ainda assim não tenho problemas em admitir que até gostava de o ter novamente partilhado com alguém (rita: nada de piadinhas nesta parte :D ).
    Ainda no ano passado o passei com uma pessoa com a qual já não tenho contacto… ainda assim as memórias desse dia são excelentes e por muito que as coisas tenham dado para o torto, não há nada que vá apagar a expressão de surpresa, aquele olhar derretido, os sorrisos sinceros que consegui arrancar nesse dia. E não precisei de gastar grande coisa. ;)

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.