Pode-se ler hoje no Record a seguinte notícia:

Compensar o erro pode ser a melhor terapia. É essa, pelo menos, a percepção dos responsáveis da equipa sueca que, depois do inesperado empate (0-0) com Trindade e Tobago, decidiram autorizar os jogadores a receber o consolo das suas mulheres no hotel da equipa.

Interromper um estágio para satisfazer a libido, defendem os nórdicos, não atrapalha a performance desportiva. “Não é proibido ter relações sexuais”, garante Thomas Saleteg, porta-voz da selecção. Dosear o esforço é um critério da responsabilidade dos atletas. “Cabe a cada jogador saber quanta energia querem investir nesse género de coisas”, acrescenta.

Também mau era… com mulheres como a do Van der Vaart a bater à porta qualquer treinador bem sabe que desmotiva o jogador o proibír a moça de subir.

Comments ( 4 )

  1. ReplyJC Barros
    Eu bem disse que o Porto devia ter comprado o Van Der Vaart quando ele saíu do Ajax.
    Geralmente nos estágios os jogadores não partilham os quartos? Como é que vão fazer isto? Ficam uns cá fora à espera da vez?

    Abaixo o Scolari.

    P.S.
    - Swedish girls, they are...they are...
    - Shaved?!

    :P
  2. ReplyPaulo Costa
    Não era "...they are.." , era "...they don't..."... "shave?"

    Também houve quem tivesse outras belas conversas com o bebado que era capitão de uns barcos atracados no porto de leixões:
    -"Is it true that norwegian girls are very found of sex?"
    -"yeeeeaaaaahhhh".

    Ou com uma das habituées lá da zona:
    -"Mas então conta lá, o que é que lhe fizeste?"
    -"Ó filho, vais dizer que não sabes?"
    -"Por 5 euros não estou mesmo a ver o que possa ter sido."

    Aquela esquina do piolho tem muito para contar.
  3. ReplyPaulo Costa
    Já agora, não veio o Van der Vaart, mas talvez ainda venha o Van der Meyde.
  4. ReplyJC Barros
    Espero que não.