A Rádio Renascença garante-o.

Eu só espero estar errado, espero mesmo estar errado, mas acho um erro colossal!
Uma transição demasiado brusca entre um futebol de “tudo lá para a frente” por outro de “tudo lá atrás“. Sei que é um treinador que marcou uma geração de técnicos mais recentes, muito por causa dos seus métodos de trabalho e treino que servem de referência a muitos dos “novos Mourinhos”. Mas não considero Jesualdo um treinador pragmático como se fartaram de o rotular nas duas últimas épocas. Considero-o antes defensivo em demasia. São coisas bem diferentes. E disse-o no ano passado: o Braga não foi mais longe porque falhou redondamente nos jogos contra “pequenos” onde foi demasiado defensivo por culpa do treinador, consentindo empates em situações onde a vitória era o mais normal.
Mas, não foi esse o maior pecado dele quando esteve no comando do Benfica?
É que treinar um clube como um Braga ou Boavista, que está bem acima dos “pequenos” mas ainda a um patamar dos “grandes” é uma coisa… treinar um grande é bem diferente.
Ah, memórias curtas…
Mas repito, a ser verdadeira a notícia, espero com todas as minhas forças estar errado.
E se realmente é verdadeira, mesmo sendo uma desilusão para mim, só me resta dizer:

Bem vindo a esta casa e boa sorte, professor.

Comments ( 7 )

  1. Replyjohnito
    Eu só acho que nesta altura do campeonato o melhor era que fosse um treinador português e já agora como disseste antes porque não a prata da casa?
  2. ReplyPedro Sousa
    Penso que não será um escolha muito acertada, mas mediante as possibilidades e o tempo disponível compreende-se. Fico apenas de pé atrás por ser Benfiquista. Preferiria o Sven Goran Eriksson.

    Parabéns pelo blog!!!!Está bastante original.

    Vou adicioná-lo aos meu recomendados.


    Voltarei sempre que possível.

    Visita o meu e comenta os posts:
    http://blogdoengenheiro.blogspot.com/

    Saudações Portistas!!!

    Pedro Sousa
  3. ReplyPaulo Costa
    Obrigado pelo elogio!
    Já dei um salto ao blog do engenheiro e gostei. :)

    Quando voltar de férias no fim da próxima semana já o leio todo com mais atenção.
  4. ReplyAnonymous
    "Porra, mas que brincadeira de mau gosto é esta?
    Então não estamos a 3 semanas do início do campeonato?"
    E não é q foram "sacar" o treinador aos axadrezados!
    Então eles não têm valores de ética para com o grupo de trabalho do Boavista?
  5. ReplyJC Barros
    Não há valores de ética para com o grupo do Boavista? Há pois. Um milhão de euros segundo se diz. Pagos pelo incómodo e muitíssimo bem pagos.
  6. ReplyPaulo
    Tenho visto e ouvido coisas mto interessantes neste blog!
    Não esperava saber o valor da ética( neste caso estimado em um milhão de euros).
    Concordo que havia em "casa" qualidade suficiente para substituir o Co (embora não se saiba se alguem foi convidado, e sendo se aceitou).
    Se vais ao Avante dá noticias, se possivel com fotos!
  7. ReplyJC Barros
    Posso ser mais preciso, Paulo.
    Posso definir a diferença entre a falta de ética de alguém que rescinde um contrato por birra e capricho e a "falta de ética" de um clube que negoceia com outro a tranferência de um elemento da sua equipa e que paga por ela o valor estipulado, provavelmente bem acima do valor do contrato que o Jesualdo tinha com o Boavista.
    A "falta de ética" em negociar - não foi nenhum roubo como querem fazer parecer - teve o preço de 1 milhão. Foi o preço dela.