… teria mais tento na língua. Mesmo não tendo intenções de insultar outras crenças, teria um bocadinho mais de cuidado com as citações que faria. Porque ser Papa, com tudo o que isso significa, acarreta isso mesmo: tento na língua.

De qualquer forma, com os ataques às igrejas nos últimos dias, o assassinato da freira, as ameaças a Roma e ao Vaticano, um gajo até cai na tentação de dizer que o tal Manuel II Paleologus tinha a sua razão, não cai?

Comments ( 22 )

  1. Replyapereira
    Quer-me parecer que em vez de andar para a frente... regredimos...
    Não cabe na cabeça de ninguém que em pleno séc. XXI haja declarações e posições tão mesquinhas e descontextualizadas. :-/
  2. ReplyAnonymous
    Olhando a coisa com olhos de ocidental, parece que há tipos do Islão interessados em criar situações de instabilidade entre religiões e aproveitam tudo para soltar o seu odio. Deveria o Papa pedir desculpa? Estaremos reféns de individuos que nem sequer representam a maioria dos crentes em Alá?
  3. ReplyAnonymous
    Como dizia alguém hoje no jn online, "já só falta pedirmos às mulheres que deixem de andar de mini-saia para não ofendermos os puritanos muçulmanos".

    O pior é que isto já acontece. Mesmo em países de acolhimento, as comunidades islâmicas nada fazem para se integrarem.

    Dou só três pequenos exemplos de situações consideradas "normais" num país ocidental onde vive uma importante comunidade muçulmana.

    1 - É procedimento normal em Berlim, cidade onde habitam muitos turcos (segunda maior comunidade depois de Istambul), os jovens turcos já lá nascidos incomodarem as meninas que não se vistam como eles pensam que elas se devem vestir ao ponto de a polícia ter muitas vezes de intervir. O problema de fundo é conhecido e é que as mulheres são tratadas literalmente como objectos . O que normalmente não é discutido é que abaixo das mulheres muçulmanas encontram-se ainda as mulheres não muçulmanas que exteriorizem qualquer tipo de atitude que eles julguem ofensiva. Para eles, o desconhecimento por parte destas mulheres não é desculpa, é sinal de inferioridade...

    2 - Um representante da comunidade turca sugeriu há 3 anos que as crianças alemãs aprendessem turco porque nos jardins de infância os meninos turcos são descriminados pelos meninos alemães por NÃO falarem alemão. Ou seja, os alemães têm de aprender turco na Alemanha para que os turcos, nascidos na alemanha, não se sintam excluídos... não seria interessante que os turcos aprendessem alemão? Perguntado a um alemão, este encolheu os ombros e achou normal...

    3 - Dado o respeito pela religião muçulmana, os muçulmanos que trabalhem na Alemanha podem fazer várias pausas (chegam a ser 5) durante o dia, abandonar o local de trabalho e ir à mesquita rezar. Até aqui nada de especial. Uma das coisas que me choca é já ter assistido regularmente a reuniões de trabalho em que DURANTE a reunião o muçulmano levanta-se e pira-se durante 45min. O resto do pessoal, dependente do tipo para avançar na reunião tb tem de parar até que ele volte! Para evitar estes episódioas há muitas reuniões que só são marcadas para horários que não conflitam com a hora de rezar. Ou seja, o horário de 10 pessoas é muitas vezes organizado em redor de 1 só elemento. Isto prova que realmente há um esforço de integração dos muçulmanos. Também prova que esta religião de tolerante não tem nada.

    Estas coisas são o exemplo do que o excesso de tolerância pode fazer a estas culturas radicais. Achei por bem dar estes exemplos porque, apesar da história e da fama que tem, a Alemanha é hoje um dos países mais tolerantes do mundo. O que as comunidades de emigrantes muçulmanas lá fazem é muitas vezes uma autêntica falta de respeito.

    Daniel Santos

    P.S. - Ups! É a segunda vez que comento um post neste blog (ou noutro qualquer) e uma vez mais estendi-me... continua o bom trabalho Paulo Costa
  4. ReplyBarras
    É caso para dizer que o Papa, não tem papas na lingua...
    Não acho que lhe fiquem bem estes tipos de comentarios que ele fez, mas ainda assim acho que fica pior julgar estes comentarios como se ele tivesse mandado queimar alguém na praça publica...até porque no fundo, ele tem um pouco de razão no que disse, pois se assim não fosse, nada disto tinha acontecido...

    Houve um episodio de South Park em que (infelizmente) gozam com uma das melhores séries de animação que exitem (Family Guy)mas no qual (felizmente) gozam também com este tipo de situações ridiculas de medo da reacção dos muçulmanos.
    Podem ver aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=2-cuCIvMi-U
  5. Reply
    Eu até não simpatizo muito com o actual Papa da Igreja Católica, e acho que de certa forma o seu conservadorismo é um "contra" a evolução e a contextualização da Igreja nos dias de hoje.

    Também é verdade que falou o chefe de uma Igreja responsável pela morte de muitos inocentes no passado, e que incitou em outros tempos à Guerra Santa.

    Desconheço na íntegra o discurso que o Papa proferiu na tal Universidade, e por isso até corro o risco de vir para aqui dizer asneiras, mas vamos lá ver: há alguma mentira??? Há alguma difamação???

    O que é que está errado em afirmar que não se deve utilizar a vilência em nome da fé? É uma calúnia que o Islamismo o faz???
    Ainda se lembram da triste história dos cartoons????

    Faz sentido que nos dias de hoje, nos calemos porque aquilo que dizemos de consciência "pode chatear alguém"?
  6. ReplyMaria Strüder
    Confesso ser anti igreja católica. Sou uma anti-religiões.
  7. ReplyAnonymous
    Polémica por polémica, e o que me dizes à que envolve o teu Município, levantada pelo Sr. Presidente da Câmara de Paredes (também ele um cidadão do teu Concelho)?
  8. ReplyPaula
    Concordo. Apesar de achar que os mulçumanos são sensíveis demais - qualquer desculpa lhes serve para declararem guerra, queimarem bandeiras e fazerem gigantescas manifestações - era perfeitamente escusado o Papa ter dito o que disse, mesmo sendo citação de outro alguém. Nunca gostei deste senhor, e os sapatos D&G não abonam muito a favor dele.
  9. ReplyPaulo Costa
    Grandes (em ambos os sentidos) comentários que umas 5 ou 6 linhas criaram aqui! Mas é bom de ver, até fico vaidoso. :)

    Ao anonymous que comentou a polémica da Ikea entre Paços e Paredes: a minha opinião é, mais coisa menos coisa, a mesma que o tío hermínio meteu na tasquinha dele:
    http://atascadotioherminio.wordpress.com/2006/09/18/ciume-e-coisa-feia/

    Mas também confesso ainda não estar totalmente a par do que se passa. Lá para o fim de semana já devo conseguir estar com pessoal que sabe bem da história... e como nem sempre o que parece o é, prefiro não fazer nenhum post sobre o assunto com medo de me vir a arrepender do que digo.
    ;)
  10. Replyjeremix
    Se eu fosse Papa, dava um tiro na cabeça.

    Mas que inutilidade as religioes... a andarem à porrada para decidir quem inventou o melhor deus, estilo putos da primaria "o meu é melhor que o teu!"

    Cada um é livre de acreditar no que quer, quem quer acreditar em deus que acredite, nao percebo é porque é que se tem que associar a uma religiao...

    A prova que deus existe é que os paises mais religiosos sao onde as pessoas vivem melhor (africa, america do sul, medio-oriente (exepto os gajos do petroleo))... enfim ... whatever...
  11. ReplyAnonymous
    ó Sr quase-engenheiro, a resposta é não! Não cai.

    O sr papa está a deixar-se levar pelo fanatismo religioso anti-islâmico do sr. bush americano.

    Também já manda us bitaites.

    E já agora, aconselho-o a ir ver jogos da bola do POrto que é o que deve fazer bem.

    Ahhhhhh o tal clube que tem um presidente que nem é corrupto nem nada.
    As gravações do Pinto a manobrar árbritos também são mentira, claro!

    Tal como o 911, é tudo mentira, você sabe tudo.
    Nunca se engana.

    VAi ver a bola, pá.
  12. ReplyPaulo Costa
    É o segundo comentário em que me tratas por "quase-engenheiro".
    Agradeço que antes de abrir a boca, penses no que dizes. Diz-me lá onde é que eu digo que sou "quase-engenheiro".
    Quero-te ver a enterrares-te sozinho.
    Disse, e não tenho qualquer problema com isso, é que estou a meia dúzia de cadeiras de ter o meu curso de física/metemática aplicada. Se isso te causa tanto ressabiamento ao ponto de vires para aqui escrever com tom de desdém "quase-engenheiro", então algo vai mal nessa coisa que carregas acima dos ombros.
    Ou será que o facto de dizer que estou perto de acabar um curso também faz de mim um poroc fascista? Agora é motivo para sentir vergonha? Porquê? Tenho part-times que me permitem estudar (sim, o dinheiro do papá não cai do céu)... sou porco fascista?
    Tem vergonha.
    E ficas a saber que Física/Maetemática aplicada é Astronomia... não tem nada que ver com Engenharia.
  13. Replyjeremix
    @paulo costa,

    aquele comentario nem merece resposta.

    @anonimo,

    ve se respeitas opinioes diferentes das tuas, tens as tuas ideias, muito bem... Agora o que é que contribui para afirmar as tuas ideias, insultares as pessoas?!
    E se queres mesmo descer tao baixo, evitas de o fazer aqui, que o resto do pessoal nao tem nada a ver com a vossa briga.

    fiquem bem.
  14. ReplyMaria Strüder
    O Papa a mim não me diz nada, e se gosta de usar sapatos dolce ou prada é lá com o senhor, ninguém tem nada a ver com isso.
    Só não acho bonito que com tanta fome e miséria os padrecos andam ai cheios da pasta e a roubar cada vez mais em nome de uma religião tão falsa como as outras.
  15. Replyjeremix
    @maria,

    sabes como é... ha algumas pessoas que precisam desesperadamente de acreditar que ha um deus, e entao ha pessoas que se aproveitam.

    So a riqueza acumulada no vaticano (arquitectonica, e nao so) é vergonhosa...
  16. ReplyEstaline
    se fosses papa.... os crentes estavam todos fodidos...
  17. ReplyBarras
    bem...não concordo nada com a vossa atitude anti-religião, mas enfim...acabei de chegar das aulas e não me apetece muito estar com testamentos...mas posso tentar rezumir tudo o q tinha a dizer a: quase tudo tem um lado bom e um lado mau...
  18. ReplyThe Minion/Cardeal
    Queres ser papa?
    Na próxima runião do clero vamos estar atentos a essa tua heresia.

    Compreendo que estejas interessado em reliquias.
  19. Replyjeremix
    @barras

    quais sao os pontos positivos?
  20. ReplyBarras
    Não acredito que não os saibas...talvez não queiras é admitir...
    A igreja católica é uma das instituições que mais ajuda humanitaria dá em paises em guerra e paises de 3º mundo.
    Os missionarios são uma parte importante da igreja, e não servem essencialmente para espalhar a palavra d'O Senhor, mas sim para ajudar quem mais precisa.
    Os centros comunitarios e centros de dia, ajudam os mais necessitados da sua paroquia com comida, roupas, brinquedos...se tens duvidas disto eu não tenho, pois já ajudei aqui na igreja da minha zona algumas vezes, apesar de não pertencer ao grupo (por opção minha).
    Quer queiram quer não, a igreja católica faz muita falta para a vida de muita gente...
  21. Replyjeremix
    A questão é , será que as acçoes que desenvolvem, compensam os conflitos, divisoes, preconceitos que provocam?
  22. ReplyBarras
    Na minha opinião a igreja catolica não é uma igreja conflituosa, divisora, and so on...
    Os casos de pedofilia que tb se falam muito, a corrupção, etc. não são causados pelos homens de fé...isso é fruto de criminosos que se juntam à igreja para a usar como disfarce...mas disso como todos sabemos não há só em igrejas...há em todo o lado!!!A casa pia é um bom exemplo disso...