Uncategorized

Menos um…

Morreu Pinochet.
Nestas alturas costuma passar-se revista à vida do homem que foi, dos seus feitos, da sua importância.
Eu escuso-me a isso.
Morreu um filho da puta. É pena que tenha durado tanto e que não tenha morrido em completa agonia (tinha diabetes e artrite, usava um pacemaker… mas se tivesse um ferro em brasa metido no recto duranto os últimos 10 anos de vida, teria sido mais apropriado).
Hoje é dia de festa.

4 thoughts on “Menos um…”

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.