Já começa a ser costume o aparecimento de autenticas maravilhas do cinema vindas do Brasil. A última chama-se “Tropa de Elite”, o tema das favelas volta a ser abordado tal como no “Cidade de deus” mas agora de um ponto de vista diferente. A corrupção entranhada na polícia do Rio de Janeiro é tema central, a relação entre os “novos ricos” do Rio e a população das favelas também não é poupada e a perda de alguns dos valores morais por parte da polícia de “elite” é encarada como necessária e explorada ao máximo.
É realizado por José Padilha, tem interpretações em grande de Wagner Moura, Caio Junqueira, André Ramiro e outros(as), tem uma história do caneco, uma quantidade incontavel de “one liners” que se gravam na memória e para também não fugir muito à tradição recente do cinema brasileiro tem uma banda sonora de ouvir e chorar por mais.
Eu que até sou daqueles que abomina a moda do baile funk que tomou conta de Portugal no último ano e tal tenho andado a cantar um “parrapa pa pa pa” quando me distraio, seja em casa, na rua ou no carro. Eu sei que não abona muito em favor da minha sanidade mental mas é complicado não ficar viciado no raio do ritmo…

Vejam o filme quando tiverem oportunidade, e entretanto ficam aqui o trailer e as duas musiquinhas que me ficaram logo coladas à parte de trás da memória.

“Bota no saco.”


Comments ( 3 )

  1. ReplyMusician
    Pelo trailer parece muito bom!
    Vou fazer por conseguir arranjar um tempinho para vê-lo!
    Obrigado pela dica ;)
  2. Replymezulig
    Já o vi algum tempo e recomendo.
    é por estas e por outras que existe uma grande diferença entre os filmes que por cá se fazem comparados com os do outro lado do atlantico.
    1abraço
  3. ReplyJC Barros
    É realmente um grande filme. Para ver, rever e contar aos amigos.