coisas do caraças Modernices

Marinho Tinto

Tenho alguma dificuldade em compreender qual o estatuto moral que a Ordem dos Advogados tem para que o seu bastonário emita em formato escrito a sua caganeira ideológica associada à discussão que ocorrerá na próxima semana na Assembleia da República acerca da adoção por casais homossexuais. Que eu tenha presente, e para justificar por analogia esta minha incredulidade, suponho que não caberá ao Jorge Jesus nem ao Benfica emitir comunicados acerca de assuntos como a…

Continue reading

coisas do caraças Modernices Politiquices

A porradinha dos jotinhas

Ainda há esperança para o futuro deste país. Vamos imaginar por momentos uma cena apocalíptica de pancadaria velha onde os jotinhas se exterminam mutuamente levando à aniquilação dessa raça parasita que vive na esperança de nos vir a governar. Força meninos, tudo à porrada! Ganha o último a ficar de pé. Vale a pena ler o artigo do Público, quanto mais não seja para formar uma imagem da cena que envolveu dentadas e alicates. Anima…

Continue reading

Politiquices

A propósito das greves dos trabalhadores dos transportes públicos.

A propósito deste artigo, fico curioso em saber a reação daqueles que sistematicamente criticaram as greves dos trabalhadores dos transportes públicos. Relembro que estes trabalhadores alertaram durante anos para a má gestão das empresas públicas que sucessivamente se desculpavam com a situação financeira das mesmas para roubar (e é esse o termo correto) vencimentos devidos aos seus funcionários. Talvez o caso mais absurdo seja o da empresa Metro de Lisboa que culminou com a notícia…

Continue reading

coisas do caraças Politiquices

Cratices e Lusofonices

É só a mim que causa algum asco o facto de que o inquérito que demorou meses a preparar acerca da licenciatura fantasma do Relvas ir pegar no ponto de ele não ter feito um exame por escrito e não tocar nas trinta e picos equivalências obtidas à custa de “experiência profissional comprovada” ? Ter obtido equivalências por ter sido presidente do rancho lá do Cu de Judas de Cima não é motivo suficiente só…

Continue reading

coisas do caraças jornalismo

Henrique Raposo. Deve ser primo de alguém.

Quando um tipo é convidado para um jornal como o Expresso para escrever artigos de opinião, e publica coisas como esta, a única coisa que me ocorre é que só pode ser primo ou sobrinho de alguém na direção do jornal. É que só pode. Num outro qualquer local, com uma edição decente, esta abominação de croniqueiro já tinha levado um belo pontapé, sido posto na rua e, por piedade, tinham-lhe dado uma inscrição numa…

Continue reading

coisas do caraças jornalismo matemática

4ª Classe.

No espaço de poucas horas o “jornal” I publica online dois artigos em que a matemática é atropelada sem dó nem piedade. Nem olhando para o conteúdo das notícias, pelo facto de que pelo menos uma delas é vergonhosamente declarada como encomenda de opinião e ficando restritos apenas à forma  da mesma, custa-me compreender como é que se publicam os seguintes títulos e leads, sem qualquer vergonha de o fazer: Título: Barómetro i/Pitagórica. Maioria apoia moção…

Continue reading

Politiquices

Regressou o Belzebu.

Ontem voltou o Belzebu da política portuguesa, hoje volto eu a escrever aqui a propósito disso mesmo. O homem pode (e deverá ter) ter razão quando acusa Cavaco de ser o pai da situação trágico-cómica da política nacional. O homem pode (e os números até parecem confirmar) ter razão quando invoca que passou dois anos a ouvir histórias mal contadas e acusações sem fundamento apontadas a si em relação a uma catrafada de coisas. O…

Continue reading

inutilidades Politiquices

Que se lixe muita coisa.

O populismo barato é um insulto. Depois de tudo o que temos passado com estas bestas que habitam em São Bento, ler isto – “Que se lixem as eleições.” – é de extremo mau gosto. Há alguém, que não seja militante cego deste PSD actual, que leia isto e não fique com o cheiro a asco entranhado? Agora o Coelho vai entrar numa de Cavaquismo com a velhinha táctica do caquético que se dizia acima de…

Continue reading

inutilidades Politiquices

Agarra que é ladrão

Diz aquele que temos a primeiro ministro: “E os maiores orçamentos, os mais significativos, são o da Saúde e o da Educação. Quem hoje disser que temos de substituir a poupança gerada pela suspensão do 13.º e do 14.º mês em redução de despesa pública tem de dizer quanto é que quer que se corte no Serviço Nacional de Saúde e nas escolas públicas em Portugal”, acrescentou Passos Coelho, que falava no 38.º aniversário da…

Continue reading