Uncategorized
15 Comments

Começa cedo.

Alguém se importa de avisar o espanhol que agora que o alemão já não anda nos carros vermelhos ele escusa de fazer destas coisas?
É que, para primeiro dia de testes (isto foi no dia 30 de Janeiro), começa-se bem… O Badoer (piloto de testes da Ferrari) abriu e deu-lhe todo o espaço necessario mas o espanhol, como grande piloto que dizem ser, não podia passar sem lhe dar um toquezinho.
Ou será que simplesmente agora que chegou à McLaren o Alonso vai ter de aprender a conduzir carros que não tenham sistemas de tracção como os que teve durante os últimos dois anos e aos quais a FIA fechou sistematicamente os olhos?

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=y2-nhAmywZ0]

Mas não, o alemão é que era o feio, porco e mau… o anti-cristo das estradas.

____
Noutras notícias, quando tiverem oportunidade, vejam o novo Red Bull… o carro é simplemente lindo. E para quem segue F1 há uns tempos, nota-se bem as influências do Adrian Newey (o mesmo que desenhou os McLaren na última década e que antes tinha estado na Williams). O carro até pode nem vir a ser competitivo, mas já levou o prémio de mais bonito de 2007.

Uncategorized
6 Comments

Tributo

A maneira que tenho encontrado para relaxar ao fim da noite é ver um episódio diário da série Missão Impossível, a versão original de 1966.
Tinha lido em vários lados críticas dizendo que era a melhor série de sempre, o que me parecia claramente exagerado… afinal de contas agora temos o Lost, Prison Break, etc, e ainda há muitas outras séries que marcaram décadas como a Twilight Zone ou noutro registo os Simpsons (são os primeiros nomes que me saltam à cabeça).
E foi meio desconfiado que comecei a ver a série que tem no elenco nomes como Martin Landau, Peter Lupus, Greg Morris, Steven Hill (só até ao fim de 1966, sendo depois substituído por Peter Graves, o famoso “Jim” ), ou ainda pela fantástica Barbara Bain que é a carinha laroca do grupo.

E deixem-me que vos diga… já não duvido minimente que seja a melhor série de sempre para TV. Ando viciado, colado, agarrado a isto e o único defeito é saber que os episódios que tenho estão a acabar e os outros tardam em “chegar” ao meu disco…

Como extra para este post fiz um corte do genérico do primeiro episódio (piloto) gravado nesta série e meti no google video. Vejam, quanto mais não seja para matar saudades da musica…

Uncategorized
9 Comments

F-A-B-U-L-O-S-O!

Nos últimos dois dias o futebol tem-me feito rir. Primeiro foi o meu Porto, agora é o jornal A Bola.
Acho que mesmo os benfiquistas vão concordar comigo… a capa de hoje diz em letras garrafais que:
Eh pá… eh pá… a sério… obrigado a quem faz estas pérolas.

Uncategorized
8 Comments

LOL :(

Eu devia estar triste, frustrado, zangado com a equipa… mas só me consigo rir da vergonha que foi a derrota de ontem… falo do Porto, obviamente.
Não quero com isto mérito nenhum ao Atlético que pelo que se ouviu no relato durante os 90 minutos fez por merecer a vitória, jogando com as suas armas que são obviamente poucas, mas foram eficazes. Mas a verdade é que uma coisa destas acontece de tempos a tempos… já apanhamos o Torreense há uns anitos nas Antas a fazer a mesma brincadeira, o Benfica já apanhou o Gondomar e o Sporting esteve quase a sofrer o mesmo com o Vizela no ano passado.
Mas isto tudo para dizer que pelos visto não sou eu o único que ainda não assimilou bem a derrota e que não consegue não ficar com um riso contido sempre que pensa “Nós perdemos mesmo, e em casa, com o Atlético…“, senão veja-se a reacção de Júlio Magalhães, conhecido e reconhecido portista, ao apresentar a notícia no jornal da TVI:
(foto gamada ao user dpmor num fórum de mau nome que ambos frequentamos)