Uncategorized

A mão de Deus

Uma vergonha, um escândalo, mais um roubo de igreja, mais uma prova que o apito dourado tem de ir ao fundo da questão!
Todos os jornais, Tv’s, treinadores de bancada, inteligentes do futebol… todos têm direito a dizer que o que se passou ontem foi um roubo descarado, uma vergonha!
O Porto, mais uma vez foi escandalosamente beneficiado!

A imprensa escrita foi peremptória:

A Bola:

OLEGÁRIO BENQUERENÇA
Não assinalar penalty por mão de Pepe foi erro grave.

O Jogo:

o Sporting pode queixar-se de um penálti não assinalado, ainda na primeira parte, e que poderia ter mudado o rumo aos acontecimentos.

Record (conseguiu ser o mais isento de todos):

OLEGÁRIO BENQUERENÇA (1) : Não marcou a falta por mão de Pepe (difícil perceber se dentro ou fora da área)

Agora digo eu: Isto é dentro da área?? (Créditos todos para o blog do tripanário)

E se ainda tiverem dúvidas do tipo, “ah esta PORCARIA só pode ser montagem”, ou do tipo “mas eu quero mesmo ver o momento exacto em que a bola bate no braço”, basta abrir isto com um media player (ou clicar no link, que em princípio abre sem problemas e automaticamente):

E parar sensivelmente à 1h14m25s, altura da repetição da jogada a partir da qual foram retiradas as imagens.

Já agora, se pararem na 1h13:51s podem ver como começa a jogada… falta por trás (para amarelo) do Tonel sobre o Benni que não é assinalada… (é bem audível a reacção do público do Dragão)

Mais se queixam, de que Caneira é mal expulso.
Transcrevo agora um excerto de texto e imagens de outro blog (Pobo do Norte).

No lance da expulsão do Caneira, pelo que vejo, creio que ele fez o suficiente para levar o segundo amarelo. Senão vejamos pelas imagens:
Confusão a 4
Imagem 1: Raul Meireles e Deivid trocam “bocas”.
Imagem 2: Caneira encosta-se a Raul Meireles, quando não era nada com ele.
Imagem 3: Lucho junta-se a eles, separa-os e empurra Caneira.
Confusão a 4
Imagem 4: Caneira empurra Lucho.
Imagem 5: Lucho e Caneira são separados pelos restantes jogadores, mas insistem em mandar bocas e aproximarem-se. Todos os jogadores envolvidos – Raul Meireles, Deivid, Lucho e Caneira – são admoestados com cartão amarelo porque foram eles que criaram a situação. Que culpa temos nós que o Caneira fosse o único que já tivesse amarelo? Esteve bem o árbitro.

Duvido que alguém se atreva a discordar. Quiseram fazer da expulsão do Caneira uma coisa de outro mundo… como se fosse um vermelho directo dado a quem nem sequer abriu a boca… mas contra factos não há argumentos. As imagens são a prova.

Queixam-se de que o Bosingwa devia ter sido expulso aos 97 minutos. Correcto. O Bosingwa cortou com o braço uma bola que lhe daria o segundo amarelo.

Queixam-se que o Cech agride o Moutinho com uma cotovelada.
Mas estamos a brincar? O Cech salta com os braços abertos e faz falta porque impede o Moutinho de chegar à bola, sem dúvida… mas… vermelho por agressão? Estamos a brincar? Não foi o Pedro Emanuel que teve de ser suturado com 5 pontos no lábio superior por uma disputa de bola em que leva com um braço (já nem sei de quem)? E eu peço vermelho nessa jogada? Não me parece…

Já agora, sabem-me dizer quantas faltas fez o Custódio sobre o Quaresma até ver o primeiro amarelo? Sabem-me dizer porque é que não viu o segundo amarelo quando agarra o Quaresma já no meio-campo defensivo do Sporting depois duma arrancada do extremo? Não é suposto os livros de regras dizerem que um agarrão a um jogador que o impede de progredir com a bola dá amarelo?

Já agora, sabem-me dizer porque é que disto (obrigado, novamente, ao tripanário):

parece que ninguém se lembra hoje?

Ou se preferirem, esta imagem “parada” dá bem ideia da intenção do Polga em jogar “apenas a bola” e não impedir em nada o Benni de chegar à bola:

A situação, para mim, é simples.
Como os últimos jogos Porto-Sporting de que há memória foram sempre apitados por um tal de Lucílio Baptista, e num dos quais ficaram só (!!) 4 penaltys por marcar a favor dos azuis (para quem não se lembrar, foi na vitória por 1-0, no Dragão, ainda na época Mourinho), ver o Sporting a não ser vergonhosamente beneficiado num clássico destes é motivo de escândalo nacional.

6 thoughts on “A mão de Deus”

  1. a.castro, quanto aos problemas com os comentários, ontem o blogger andava meio aos papéis… eu não conseguia carregar as imagens todas do blog, e mais gente se queixou do mesmo… o sistema de comentários tbm devem ter andado com problemas.

    Quanto a este post, bem, sinceramente estava farto de ouvir sportinguistas e benfiquistas a dizer-me o dia todo que “é sempre a mesma coisa, a mesma vergonha, o porto é sempre benificiado, etc…” .
    E quando é assim, e marro num assunto, é difícil calar-me.

    Curiosamente, ainda agora estava a lanchar e a ver na Sportv2 a repetição do benfica-braga do ano passado. Mal ligo dá o lance de um golo mal anulado ao João Tomás por fora de jogo que nao existe. Adivinhem lá quem era o árbitro…

    E os Sportinguistas devem ter mesmo memória muito curta… conseguir esquecer o passado recente das arbitragens recorrentes do lucílio baptista nos jogos Porto vs Sporting é algo que, das duas uma:
    Ou prova memória curta e selectiva, ou prova ignorância.

    Ganhamos, ganhamos bem, e espero pelo Setúbal na final. Que seja uma grande festa e que tenhamos mais uma taça para trazer para casa.

  2. A histeria de Paulo Bento, dirigentes e não só… Também a Sic praticou histeria, mostrando apenas “lances polémicos contra o Sporting”, mais declarações de gajos sportinguistas.
    Foi na hora do almoço, Sic Notícias das 14h. Até minha mulher, que só sabe que a família é do FCPorto, nada percebe de futebol, tendo-lhe eu dito: Presta atenção, os gajos vão só falar contra o Porto… e ela percebeu!
    Abraço

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.