6 thoughts on “Arte em bruto”

  1. Porto – Lazio… a maior e melhor molha de sempre. Estádio cheio, tudo em pé, a chover inintrruptamente durante todo o jogo, perto de 50000vozes a cantar os 90 minutos.

    E eu, de mãos na cara, expressão incrédula a ver a goleada e Sevilha cada vez mais perto, só conseguia dizer:
    “Ai caralho… Ai que nós jogamos tanto…”

    E foi nesse jogo que nasceu o célebre (entre pessoal de astronomia) : “Entra duro Paulo Pereira”. :D

    E à vinda embora quase morríamos no carro do Rodela por causa de um cachecol preso no retrovisor…

    O que eu não pagava para voltar a viver aquela noite..

  2. Eu só gosto de ver 11 homens a correr atrás de uma bola de futebol. E se esses 11 homens forem todos da equipa que está a defrontar o meu FC Porto…UI!

    Não há nada mais bonito do que um baile de futebol. Para quem não sabe o que isso é remeto para um certo FC Porto – Lázio das meias finais da Taça UEFA de 2003.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.